Ed René e Alexya, pastora transexual, discutem comportamento sexual e transgeneralidade à luz da Bíblia

Em uma matéria do portal G1, sobre as dificuldades enfrentadas por cristãos transgêneros nas igrejas, o pastor da Igreja Batista da Água Branca (SP), Ed René Kivitz, e a pastora transexual da Igreja Comunidade Metropolitana de São Paulo, Alexya Salvador, discutiram questões relacionadas a comportamento sexual e transgeneralidade.

Segundo Ed René, a Bíblia trata de comportamento sexual, não de transgeneralidade, e o assunto ainda precisa ser aprofundado:

“Vamos para o Novo Testamento. Há dois textos que são fundamentais: Em Romanos 1:27,  há uma pressuposição de que o uso natural do sexo é a relação heterossexual, e que o apóstolo Paulo estaria condenando o uso homossexual do sexo. Ali está falando de comportamento, não de identidade. Ele não está falando de transgeneralidade”. Em I Corintios 6:9, eu não sei se aquilo que Paulo está condenando lá é a mesma coisa que acontece aqui. O que é prática sexual de um senhor de escravo, que usa seu escravo como propriedade particular, inclusive para satisfação de sua dimensão de sexualidade, é a mesma coisa de uma relação sexual homossexual entre duas pessoas adultas, no século XXI, na cidade de São Paulo. A gente está discutindo isso.”

leia mais…